pintura

quarta-feira, dezembro 11, 2013

sexta-feira, dezembro 06, 2013

O MOTIM exposição na CASA DO INFANTE - PORTO



A exposição de pintura e desenho "O Motim" 

que vai estar patente ao público na CASA DO INFANTE , Porto,

a partir de 10 de janeiro de 2014, 

baseia-se na peça de Teatro O MOTIM de Miguel Franco.

A ideia surge no sentido de tornar presente o nome daquele dramaturgo,

considerado um dos nomes mais importantes da

dramaturgia histórica em Portugal nos anos 60/70.

Plasticamente não se cola a um carácter descritivo

 mas tento pôr em relevo os "tempos" mais dramáticos

 que decorrem ao longo do desenvolvimento da acção

 decorrente dos caminhos da história teatralizada na obra.









terça-feira, dezembro 03, 2013

O MOTIM na CASA DO INFANTE



A exposição de pintura e desenho "O Motim"  que vai estar patente ao público na CASA DO INFANTE , Porto , baseia-se na peça de Teatro O MOTIM de Miguel Franco.
A ideia surge no sentido de tornar  presente o nome daquele dramaturgo,considerado um dos nomes mais importantes da dramaturgia histórica em Portugal nos anos 60/70.

Plasticamente não se cola a um carácter descritivo mas tento pôr em relevo os "tempos" mais dramáticos que decorrem ao longo do desenvolvimento da acção decorrente dos caminhos da história teatralizada na obra.



Agradeço também a SEIVA TRUPE a disponibilidade demonstrada através do
 actor ANTÓNIO REIS.

segunda-feira, novembro 11, 2013

SAVE THE CHILDREN _ NO WAR






no war
tecn mista s/tela
30x30 cm
2013
curadoria: Genoveva Oliveira

sexta-feira, novembro 01, 2013

quarta-feira, julho 03, 2013

They are coming...



they are coming
tecn mista s/papel
76x56 cm
2013

quarta-feira, maio 15, 2013

"espaços rasgados de mim" na CB concept art

Avenida de Portugal 198 Carcavelos Portugal


espaços rasgados de mim
nas rochas húmidas e escorregadias da vida,
plasmando na tela,  imagens de mim
ecrã final dos arquivos da memória .
recriados momento a momento
registos de  grito num grafismo desigual.
recriação constante e sincera dos caminhos da obra
 que fui criando e recriando
imagens,
 reflexo de mim.

Maria João Franco
24 de Abril de 2013





...criar as imagens de um circulo de Vida 
em que o ser gente se vê envolvido desde tempos intemporais.
“gritos” como sua defesa nos grafismos nos muros e rochas, das cavernas .
um imaginário iconográfico criado pelo homem sobre a terra, 
e na terra pela sua sobrevivência
reproduzindo-se à sua imagem e semelhança ,
tal com um “deus “o criou um dia!

O Amor, essa emoção esse sentimento inventado pelo género humano
como resultante necessária do ser gregário
reproduzindo as emoções e necessidade de género(s)
criando opostos e ódios
por necessidade de pertença global
panóplia de imagens reflexivas do espanto 
dos ESPANTOS e do MEDO 
do Amor e do Solidário possível
entre os Homens
que se reproduziram á sua imagem e semelhança…





Luis Fernando Dinis, Clo Bourgard  e Mª Antonieta Figueiredo

ouvindo o solo de Piano de Fernando Pires


Fernando Pires











Clo Bourgard e Fernando Pires




Eleonora Drummond e Clo Bourgard

Carlos Mota


Maria João Franco e Irene Pina




poemas/ Cadernos




Maria João Franco e Fernando Pires

Maria João Franco,Carlos Mota,Eleonora Drummond e Jorge



















Mª João franco e Óscar Guimarães



MªJoão Franco e Genoveva Oliveira








Mªaria joão Franco e Irene Pina
Mªaria João Franco e Luis Fernando Dinis



video