pintura

sábado, janeiro 12, 2013

Convite








a propósito de BESTIÁRIO  AMOR E OUTROS  ESPANTOS

“amar  amar perdidamente  amar e não amar ninguém”
criar as imagens de um circulo de Vida
 em que o ser gente se vê envolvido  desde tempos intemporais.
“gritos”  como  sua defesa nos grafismos nos muros e rochas, das cavernas .
 um imaginário iconográfico  criado pelo homem sobre a terra,
 e na terra pela sua sobrevivência
reproduzindo-se à sua imagem e semelhança ,
tal  com um “deus “o criou um dia!

O Amor, essa emoção esse sentimento  inventado pelo género humano
como resultante necessária  do ser gregário
reproduzindo as emoções e necessidade de género(s)
criando opostos e ódios
 por necessidade de pertença global
panóplia de imagens  reflexivas do espanto
dos ESPANTOS e do MEDO
do Amor e do Solidário possível
entre os Homens
 que se reproduziram á sua imagem e semelhança…


*(Florbela Espanca) *
Maria João Franco
23 de Janeiro de 2013