pintura

sexta-feira, janeiro 29, 2010

figura para o altar dos espantos


2 comentários:

Shirley Carreira disse...

Amiga, aqui deixo um poema inspirado por essa magnífica obra.
Um grande beijo.

Figura para o altar dos espantos

Que a minha voz ecoe
Quando todas as outras
Caladas estiverem.
Que ela grite versos
De rebeldia e liberdade
Quando as almas prisioneiras
De tantas vaidades
Emudecerem.
E quando eu já não puder
Falar ou entoar
Versos à vida e aos sonhos
Que fique apenas
A minha imagem
Como tênue figura
Para o altar dos espantos.

Shirley Carreira

Maria João Franco disse...

Maravilhoso este seu poema.
Obrigada,Shirley
Um grande abraço