pintura

sexta-feira, julho 20, 2007

Curriculum

ensaio para uma autobiografia

Maria João Franco nasceu em Leiria,Portugal a 6 de Maio de 1945.
Fez a escolaridade em Leiria.
Com 15 anos começou a frequentar o Círculo de Artes Pláticas em Coimbra.
Daqui parte para o Curso de Pintura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa
onde tem como professores Gil Teixeira Lopes e Soares Branco.


Dois anos depois vai para o Porto -Escola Superior de Belas Artes do Porto
-onde frequenta Arquitectura,mas o convívio com colegas de Pintura e Escultura da mesma Escola fá-la virar de novo para a Pintura.
No Porto conheceu seu marido Pintor Nelson Dias, e em sequência da morte de seu irmão Miguel regressa a Leiria.
Nelson Dias (1940-1993) Professor de Desenho e Pintura da Escola Superior de Belas Artes de Lisboa deixa como pintor uma obra de qualidade plástica inestimável e uma outra criação na área da banda desenhada que faz parte da história da banda desenhada em Portugal ( anos setenta )
"Wanea-Escala em Orongo" que suscita vivo interesse na crítica de BD internacional (1)

Do casamento com Nelson Dias nascem duas filhas Sara em 1971 ,e Joana em 1975.

Do Pai, Miguel Franco, herda o gosto por um mundo mágico :- Miguel Franco, homem de teatro é reconhecidamente um dos dramaturgos mais importantes da década de setenta em Portugal pelo enfoque histórico da sua obra que se confronta então com o espírito do "regime (2) Uma forte ligação triangular "Miguel Franco - Maria João Franco - Nelson Dias " desencadeia no espírito ainda jovem de Maria João Franco o seu sentido de busca, de procura e de pesquisa.

Começa a expor com 23 anos numa pequena mas prometedora galeria , em Leiria - DIEDRO- que soube concentrar os testemunhos da cultura, na altura marginal ao "regime",com a inclusão de pintores como Manuel Filipe ou Alfredo Margarido,ligados ao Movimento Neo-Realista Português.
...È época de sessenta de confronto das grandes abstracções americana e francesa : -novos ventos, novas ideias!...
Fortemente marcada pelo "expressionismo abstracto" Maria João Franco segue na senda de Nelson Dias a tendência expressionista quer na abstracção ,quer na sua passagem para a figuração.
Sentindo como fortes expoentes da pintura portuguesa Rocha de Sousa, Gil Teixeira Lopes , Artur Bual , Luís Dourdil ,Júlio Pomar, Resende bebe neles a influência tendo em mira o extravasar de uma pintura de emoções contidas num expressionismo lírico de uma sensualidade quase "aquática" ou meramente fluida que adquire os tons da tragédia atlântica nas suas vagas de tombar profundo .
Em 1985 em "A Galeria" Cascais expõe " O Ciclo dos Mitos" .


Tendo-lhe sido atribuido em 1987 o 1º Prémio de Gravura no concurso de gravura integrado nas comemorações do Ano Internacional do Ambiente Setúbal/Beauvais é convidada pelo Director do Museu de Jesus Dr. Fernando António Baptista Pereira a expôr na Casa Bocage-Galeria Municipal .


Ainda em 97 tem o Prémio de Edição na "IV Exposição Nacional de Gravura" Cooperativa de Gravadores Portugueses/Fundação Calouste Gulbenkian - Lisboa.

Em1990 na ALFAMISTA GALERIA
em Lisboa mostra "O Amanhecer da Memória" com texto de catálogo de José Jorge Letria
1991 "Terra de Mitos" na Galeria São Francisco-Lisboa e na Galeria da Praça ,-Porto acerca da 1993expõe no Convento do Beato (morre Nelson Dias); 1994-Galeria Quattro-Leiria.
1997 na Galeria Artur Bual expõe "Um Olhar de Pele" com texto de catálogo de sua autoria e
"estórias do corpo".
Em 1998 " Novos Fragmentos" Galeria Municipal Gymnásio -Lisboa; 1999 faz-se reconhecer em três mostras : -" Corpos Estranhos" -Galeria Trema-Lisboa;"Percursos" Cooperativa ÁRVORE -Porto e "tempo de o Senso e o Ser " Galeria 57 ,Leiria
Em 2004 Nós os nús e os outros objectos -pequena retrospectiva de desenho Perve Galeria – Lisboa Lírica do nú entre Sombras -Galeria Sacramento -Aveiro
Em 2005 "Lugar dos desencontros ou os sítios da memória" Espaço Alfama-Lisboa e "tu vens tão perto...que a distância existe""... no Centro de Arte Contemporânea da Amadora.


Em 2006 expõe na Feira de Arte Contemporânea em Lisboa e no Museu de Arqueologia de Setúbal através da Galeria S.Francisco , Lisboa, participa em "ARTE NA PLANÌCIE" a convite do pelouro da cultura da C. M. Amadora.


Colabora pela primeira vez com o MAC - Movimento de Arte Contemporânea -Lisboa com a exposição "MULHER E EU" sendo-lhe atribuido no 12º Aniversário daquele Espaço o Prémio Carreira "MAC´2006".
Em 2007 realiza no MAC Movimento Arte Contemporânea a exposição “ENCONTROS estórias…”
É-lhe atribuido o Prémio "MAC´2007 Prestígio" no 13ºAniversário doMAC-Movimento Arte Contemporânea.
Em 2008 desenvolve o projecto "tu não aconteces quando eu te quero" que se destina a ser mais tarde realizada em outras formas de expressão.
Realiza assim a primeira fase com uma mostra nio Museu da Água, em Lisboa e a segunda fase no MAC-Movimento Arte Contemporânea, também em Lisboa , entre Março e Maio de 2008.
Obtem o MAC'2008Pintura e o MAC'2008 Prestígio atribuidos pelo MAC pela qualidade das mostras e prestígio cultural demonstrado.
Participa na Colectiva de Verão da Galeria S.Mamede, em Lisboa.

Colabora e coordena :

Trabalha em cerâmica artística a convite do Eng. José Relvão na Keramos-Condeixa-Portugal
Foi condecorada com a medalha "Mérito-Cultura" e com a comenda da Associação dos Artistas Plásticos Brasileiros.

Sem comentários: